//

Cabeçalho

22 de ago de 2018

Isso é muito pessoal...

| |
Bom dia,
Hoje é dia 22 de agosto de 2018, mas isso você já deve saber, já que essa informação deve estar logo abaixo do título deste texto.
Agora, exatamente às 07:20 da manhã, estou escrevendo este texto no computador do trabalho, mas, enquanto escrevo isto, estou pensando em como gostaria de estar tocando teclado agora. Quer dizer, sempre que me sinto um pouco mais reflexiva ou preciso desabafar fico com vontade de tocar uma música e isso é porque eu sempre entrego tudo o que sou quando faço música... Por isso amo música é algo que posso fazer de todo meu coração, sendo o mais autêntica possível e sei que ninguém vai me julgar por isso. Eu amo música.
Esse texto é para que eu possa descobrir mais sobre mim mesma, neste momento, me sinto extremamente perdida entre meus sonhos, meus amores e minhas metas. Essa sensação de estar perdida é a coisa mais horrível que existe, é como se seu propósito de vida simplesmente não existisse, como se você estivesse caçando unicórnios... nunca vai encontrá-los, pois não existem.
A vida perde o sentido se você não tem um propósito. Não sei se alguém já passou por isso, quer dizer, desde criança queria descobrir o motivo da minha existência porque meu nascimento, ou o nascimento de qualquer pessoa, tem que ter um motivo, não apenas um motivo biológico, mas um motivo existencial, eu sempre pensei dessa forma e o fato de não conseguir encontrar qual o meu real propósito sempre me deixou muito angustiada.
Talvez eu tenha encontrado meu propósito, se encontrei eu não sei, mas se a resposta for positiva, vou reencontrá-lo... eu espero.